Primeiros Socorros para Falcões em Treino e Caça

Autor: Dr. Med. Vet. Margit Gabriele Muller MRCVS
Origem: Abu Dhabi Falcon Hospital, PO Box 4553, Abu Dhabi, UAE
Tradução: Cristina César

Os Falcoeiros do Médio Oriente e Europa estão geralmente muito bem informados sobre as doenças dos falcões e são competentes no que toca à medicação a dar às suas aves. Porém, a preparação para lidar com as lesões ou acidentes durante o treino ou a caça em campo, é rudimentar. Esta falta de informação, de experiencia e equipamento adequado, provou nalguns casos, ser fatal para alguns falcões, que podiam ter sido salvos se o Falcoeiro tivesse conhecimentos sobre Primeiros Socorros.

De forma a melhorar esta situação e dar ao Falcoeiro os materiais e ferramentas necessárias a ter sempre à mão, foi criada uma Caixa de Primeiros Socorros para falcões incluindo um Folheto informativo de Primeiros Socorros que foi desenvolvida pelo autor, para fazer face aos acidentes mais frequentes que acontecem durante o treino ou a caça. Seminários práticos sobre Primeiros Socorros para Falcoeiros têm sido facilitados pelo Abu Dhabi Falcon Hospital, todos os anos, para dar a conhecer e ensinar as técnicas de primeiros socorros a todos os interessados ou preocupados.

 

CAIXA DE PRIMEIROS SOCORROS

A Caixa de Primeiros Socorros foi desenhada para ser pequena e acessível de forma a caber no carro. Contém os materiais e medicamentos mais importantes necessários para tratar uma lesão durante um acidente ou durante a colocação de anilhas. Cada Falcoeiro é incentivado a colocar na sua própria caixa, os artigos que ache necessários ou úteis para o efeito.

Kit Primeiros Socorros: Materiais

  • Gaze
  • Ligaduras de Gaze
  • Ligaduras auto adesivas
  • Bolas de Algodão para tratamento de feridas e para pressionar as gazes em casos de sangramento intenso
  • Cotonetes de algodão para limpar pequenas feridas
  • Luvas para proteger a pele dos Falcoeiros e o próprio falcão de possíveis contaminações
  • Seringas (1ml, 10ml, 20ml) e Soro Fisiológico para fluidificar a ave e para limpar feridas
  • Compressas de Iodo para limpar e desinfectar as feridas
  • Penso não adesivo Melolin para tapar a ferida após a aplicação de iodo em creme ou em pó para as feridas
  • Lápis de Nitrato de Prata para estancar o sangue no bico ou garras
  • Supercola e anilhas: a supercola para ajudar a segurar as anilhas às penas de cauda
  • Alicate que ajuda a colocar a anilha na forma desejada antes e depois da colagem
  • Vara de Bambu que pode ser colocado no eixo da pena quebrada para a manter Depois de obter a medida da vara desejada, cobrir com supercola e colocar na pena

Kit Primeiros Socorros: Medicamentos

  • Loção de limpeza oftálmica para limpar ou para retirar objectos estranhos dos olhos
  • Pingos para olhos inflamados devido a areias
  • Antibiótico em pó para feridas húmidas
  • Iodo em creme que pode ser aplicado numa ferida limpa mas não muito profunda e que no final deverá ser tapada com Melolin
  • Creme para os pés para massagem diária dos pés das aves

 

Informação Geral sobre Emergências Médicas

  • Todas as emergências requerem uma imediata mas bem pensada e cuidadosa ajuda
  • Deve ser-se confiante naquilo que se está a fazer
  • Praticar e seguir os procedimentos passo a passo
  • Evitar percas de tempo pois isso fará com que o falcão fique mais nervoso
  • Aprender a manusear o Kit de Primeiros Socorros, pois isso o fará com ganhar tempo para salvar o seu Falcão

 

ESTADO DE CHOQUE

Os sintomas de estado de choque são penas leves e fofas, falta de acção, respiração rápida e superficial. A cabeça do falcão poderá estar de lado com os olhos parcialmente fechados.

O falcão deverá ser colocado num local sossegado, aquecido, isolado e num ambiente sem luz. Se o falcão já não consegue ficar de pé, prepare uma toalha para mante-lo numa posição confortável. Mantenha a cabeça um pouco mais alta que o corpo para prevenir a inalação de vómito de comida, de sangue ou de muco.

Se o estado de choque for acompanhado de lesões que podem ser fatais (ex. grande perda de sangue), trate as lesões imediatamente. Se não forem detectadas lesões fatais, é aconselhável deixar o falcão sem ser incomodado. Em qualquer um dos casos é aconselhável ligar imediatamente para o veterinário!

 

LESÕES NOS OLHOS

Em qualquer caso de lesões no olho, é sempre melhor manter o falcão afastado da luz (sol) intensa. Se tiver areia ou alguma sujidade no interior do olho, lave os olhos com a loção de limpeza dos olhos, com água limpa ou com soro fisiológico utilizando uma seringa sem agulha. De seguida ponha gotas oftálmicas no olho. No caso de ter corpos estranhos no olho mas que não estejam a perfurá-lo, pode tentar retirá-los com a loção para os olhos ou com as gotas oftálmicas. Se o objecto estranho está a perfurar o olho, é aconselhável não lhe mexer pois tentar retirá-lo pode causar graves lesões. Deve levar o falcão ao veterinário.

 

INSOLAÇÃO

Se o seu falcão estiver a sofrer de insolação, as penas devem de ser borrifadas com água fria e os pés devem de ser colocados também em água fria. É aconselhável colocar o falcão com insolação, num quarto fresco ou no carro com ar condicionado e estar atento a sinais de choque. Depois de arrefecer a sua ave, poderá envolve-la suavemente numa toalha para prevenir que arrefeça muito. Muito cuidado ao aplicar a água fria para não estar a borrifá-lo com a água durante muito tempo pois pode arrefecer o falcão completamente. Isso pode causar problemas graves.

 

DESIDRATAÇÃO

As causas de desidratação nos falcoes podem ter a ver com treino em excesso ou com fome e pode ser várias vezes observado durante a caça especialmente nos países quentes como no Médio Oriente. Pode testar o grau de desidratação do seu falcão fazendo uma dobra na pele do pé. Nos Falcoes desidratados a pele levará muito tempo a voltar à sua posição inicial. Para melhorar o nível de desidratação pode dar-lhe água misturando vitaminas especiais contendo glucose ou frutose oral ou na comida. Além disso pode borrifar o falcão com água no corpo e na boca.

 

TRATAMENTO DE FERIDAS

Pequenas feridas até 0,5 cm comprimento

Depois de limpar cuidadosamente a área da ferida com compressas de iodo, aplicar pó para as feridas para estancar o sangue. Se a perca de sangue for grande, pode cobrir a ferida com compressas de gaze e aplicar uma pequena pressão sobre a ferida durante dois ou três minutos e não retirar a gaze. Se o corte for na perna ou no pé do falcão, aplicar pomada antibiótica e enfaixar a ferida folgadamente com uma ligadura.

Grandes feridas com mais de 0,5cm de comprimento ou feridas infectadas

Limpe suavemente a área da ferida com compressas de iodo e de seguida seque a ferida. Se a perca de sangue for grande, tape a ferida com gaze esterilizada e aplique uma firme pressão sobre a ferida durante pelo menos dois a três minutos. A seguir aplique pó antibiótico para feridas, tape a ferida com penso não adesivo e envolva a ferida firmemente com uma ligadura. Tente levar o falcão ao veterinário o mais rápido possível pois pode precisar de fechar a ferida cirurgicamente.

Fracturas

No caso de fracturas abertas, as mesmas devem de ser sempre tapadas com gaze esterilizada para evitar contaminação e infecção. Todos os falcoes com fracturas devem ser levados ao veterinário o mais rápido possível. No entanto os primeiros socorros ajudam até chegar ao veterinário.

Fracturas nas asas devem ser cuidadosamente e gentilmente envoltas em ligaduras em forma de oito na asa e a ligadura deve ser fixa na posição normal da asa.

Fracturas nas pernas podem ser estabilizadas com paus de árvores ou ramos. Primeiramente devem de ser dimensionados e cortados à medida necessária e depois envoltos com bolas de algodão em cada um dos lados da perna. Depois estabilize a perna com uns paus envoltos em bolas de algodão e ate cuidadosamente. Toalhas ajudam normalmente no transporte para o veterinário.

 

OBSERVAÇÃO

O autor espera que mais Falcoeiros sejam encorajados a melhorar as suas habilitações nos primeiros socorros com os seus falcoes, com o objectivo de ganharem um tempo precioso para os falcões feridos.

IMPORTANTE

Um procedimento de primeiros socorros não substitui uma visita ao veterinário, mas pode aumentar as hipóteses de tratar um falcão com sucesso.