Celebração do Dia Internacional da Falcoaria 2016

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hoje é um dia de grande importância para os Falcoeiros a nível mundial. Hoje celebramos o Dia Internacional da Falcoaria.

Por todo o mundo a comunidade de Falcoeiros une-se em torno deste dia. Celebramos a nossa identidade, a nossa relação com as aves de presa, os lances de caça e o nosso património único. Hoje é um dia de grande orgulho para todos os que se praticam esta arte, para os que valorizam os seus princípios e os transportam para o futuro.
Enquanto vos escrevemos estas linhas a comunidade de falcoeiros trabalha junto da sociedade. Aproveitando o simbolismo deste dia a Associação Portuguesa de Falcoaria, na pessoa do seu Delegado Regional – Carlos Barroso, fez uma visita às escolas de Borba explicando às crianças um pouco mais sobre o que é a falcoaria. Após esta visita procedeu-se à inauguração da Exposição “Falcoaria” no Espaço Cultural Monte do Pisão (Rio de Moinhos, Borba). Esta exposição conta com trabalhos de Sa Cortes, Francisco Godinho e Gonçalo Abreu. Ambas as actividades procuram a promoção da integração da Falcoaria e dos Falcoeiros na sociedade, cumprindo o nosso dever cívico e ético de divulgação responsável desta arte (ver fotos anexas).

Para a falcoaria e os falcoeiros Portugueses 2016 é, também, um ano especial uma vez que esperamos ver a identidade da nossa falcoaria reconhecida como Património Imaterial pela UNESCO. A decisão relativa à candidatura nacional será tomada durante a 11.ª reunião do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO, que se vai realizar em Adis Abeba entre 28 de Novembro e 02 de Dezembro. Estamos altamente expectantes mas também confiantes quanto a esta decisão. A APF trabalhará em prol da divulgação da decisão, na identificação do nosso património único e claro na construção de melhores condições para a prática de todos os falcoeiros em Portugal. Acreditamos que a decisão da UNESCO poderá ser decisiva na sensibilização dos vários poderes que poderão ajudar a melhorar as condições que hoje existem para a prática.

Ainda no âmbito da celebração do Dia Internacional da Falcoaria, não podemos ignorar o desafio que nos foi lançado pela IAF (International Association for Falconry). A Associação Internacional atribuiu às celebrações deste ano o mote: “Celebrar a recuperação global do Falcão peregrino (Falco peregrinus). Um sucesso de conservação liderado por falcoeiros”. A recuperação mundial desta espécie (icónica para a falcoaria e importantíssima para o ecossistema) considerada em grande risco de extinção nos anos 50 e 60 contou com a acção decisiva de falcoeiros um pouco por todo o mundo. Por esta razão a APF faz do Falcão peregrino imagem deste dia e das acções que levou a cabo no âmbito do mesmo.
Esperamos, igualmente, que muitos dos nossos associados e amigos possam ter celebrado este dia no campo, com a sua ave de presa, nessa busca eterna pelo mais belo momento natural entre predador e presa.

Agradecemos a Carlos Barroso, Francisco Godinho, André Valério, Gonçalo Abreu e Sa Cortes o empenho em tornar este dia muito especial.

Abraço e bons voos,
A Direcção Nacional da APF