COMUNICADOS

Carta e esclarecimento aos deputados relativamente a projectos de lei sobre a utilização de Animais nos Circos

Exmo. Senhores (as) Deputados (as) da Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

A Associação Portuguesa de Falcoaria tomou conhecimento da discussão a ter lugar no seio da Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, que visa regulamentar a utilização de Animais em Circos. Neste âmbito a nossa associação quer deixar patente a sua preocupação com a redação proposta em alguns diplomas, que incluem alíneas de caracter generalista e que, se aplicadas, irão impedir a apresentação, exposição e realização de demonstrações públicas com aves de rapina. Ler mais »

A Associação Portuguesa de Falcoaria aplaude acção de apreensão a aves de presa em situação ilegal

Associação Portuguesa de Falcoaria tomou conhecimento, pela reportagem emitida pela SIC , da apreensão de crias de falcão dos morcegos (Falco rufigularis) nas instalações do Aeroporto de Lisboa por um individuo que realizava controlo de aves com auxílio de aves de presa. Segundo a reportagem, o mesmo indivíduo já se encontrava referenciado pela prática de um acto semelhante.

Ler mais »

Resposta à proposta da SPEA relativa à Falcoaria para o “Novo Regime Jurídico da Gestão dos Recursos Cinegéticos e do Exercício da Caça na Região Autónoma dos Açores”

Em resposta à proposta da SPEA relativa ao Decreto Legislativo Regional que aprova o “Novo Regime Jurídico da Gestão dos Recursos Cinegéticos e do Exercício da Caça na Região Autónoma dos Açores”, onde se lê: 3. Não permitir a utilização de furão e de aves de presa como meios de caça, pois, ao serem espécies exóticas, a sua introdução pode colocar em risco os ecossistemas nativos dos Açores;”, a Associação Portuguesa de Falcoaria comunica à SPEA e aos Senhores Deputados do Governo Regional dos Açores e demais interessados, o seguinte:

Ler mais »